Ultrassom da Tireóide, saiba mais sobre a importância deste exame

O que é?

Um ultrassom da tireóide é um método de imagem usado para observa-se a tireóide – uma glândula localizada na parte anterior do pescoço, e que regula o metabolismo.

Como este exame é feito?

A ultrassonografia é um método indolor que usa ondas sonoras para gerar imagens do interior do corpo. O exame é feito geralmente no departamento de radiologia ou ultrassom.

O paciente deve se deitar com o pescoço estendido para além do seu limite normal. É colocado um gel lubrificante no pescoço. Em seguida, uma peça do aparelho, chamada de transdutor, é movida sobre a área.

O transdutor emite ondas sonoras. As ondas sonoras atravessam o corpo e ricocheteiam na área a ser estudada (no caso, a glândula tireóide). Um computador analisa o padrão que o som das ondas cria quando são refletidas, e cria uma imagem bidimensional na tela.

Qual a preparação para este exame?

Não existe preparação especial para este exame. Pode haver um pequeno desconforto para o paciente pela posição durante o exame e pela aplicação do gel (que é um pouco frio).

Por que este exame é feito?

Um ultrassom da tireóide é feito geralmente quando existe um crescimento anormal desta glândula. O exame pode ajudar no diagnóstico diferencial entre uma cavidade contendo líquido (cisto) e tecido anormal que pode ou não pode ser cancerígeno (um tumor).

Os resultados anormais podem ser devidos a:

  • Cistos
  • Aumento da glândula tiróide (bócio)
  • Nódulos tireoidianos
  • Tumores

Quando os resultados são liberados?

Os exames de ultrassom são interpretados por um médico especialista em imaginologia e os resultados são liberados após esta interpretação. Um laudo do exame é preparado. Este laudo, normalmente, inclui fotografias impressas das imagens obtidas.

Fonte: NIH _ Medline Plus